sábado, 12 de março de 2011

Anarquia

Reina uma certa anarquia no Jardim. A começar pelas urtigas que nascem a seu belo prazer e picam as mãos dos menos cuidadosos
aos engraçados pardais que sem qualquer recato ou timidez vêm debicar os restos do pequeno almoço


até à figueira que nasceu despudoradamente no tronco da palmeira

a acabar na salsa que irrompeu entre a casca de árvore que cobre um canteiro dos catos mesmo sem ser lá semeada.
Tenho que começar a por ordem nesta flora.

3 comentários:

Ro Archela disse...

Natureza sábia!!! Parabéns!!!

Judite Pitta disse...

Assim fossem todas as anarquias como essa, que me parece tão saúdável e linda de ver.

Jaque:D disse...

Muito lindo teu blog... fofo! Sábia natureza e poucos sábios homens! És uma bela!