quinta-feira, 11 de maio de 2017

A árvore




A praia está ali tão perto.
A árvore despiu-se para se bronzear. Nua, agita suavemente a sua densa cabeleira amarela para chamar a atenção de quem passa ao mesmo tempo que das suas pequenas flores se desprende um odor adocicado.
Gostaria de sair dali, molhar os pés nas águas frescas do mar que vê e ouve, mas está presa à terra onde nasceu e só lhe resta cumprir, da melhor maneira possível, a função que a Mãe Natureza lhe destinou de dar colorido ao caminho para o areal.
É a acácia da beira mar, de braços fortes que suportam os ventos agrestes que a abanam mas não a arrancam do lugar onde sempre viveu.

foto e texto de Benó

4 comentários:

✿ chica disse...

Linda árvore e tua inspiração nela! Beleza! bjs, chica e ótimo fds!

Ana Freire disse...

Não sai de onde está, a árvore... mas abraça a vida... e quem passa, com seu ramos de folhas verdejantes...
Uma inspiração lindíssima, Benó!
Tive foi alguma dificuldade em ler o texto... as letras escuras, não facilitam... e pelo facto de eu estar num local com o monitor sujeito a muitos reflexos...
Beijinhos! Bom fim de semana!
Ana

Justine disse...

Bonita, a humanização da acácia!

Graça Pires disse...

A acácia da beira mar a inspirar este sensível e belo texto, minha Amiga.
Uma boa semana.
Beijos.