domingo, 1 de fevereiro de 2009

ERA UMA VEZ


Temos novamente palavras difíceis e vou ter de andar à DERIVA até encontrar maneira de as aplicar.
Bem, cá vou eu com PAIXÃO, sim, porque isto de todos os meses escrever um texto com palavras obrigatórias é, além disso, um AUTENTICO desafio à imaginação das pessoas.
Respiro fundo, sento-me à secretária e com um lápis na mão e uma folha de papel na minha frente, sinto-me com um NOVO e SUPREMO QUERER e vou escrevendo e aplicando os verbos ou os substantivos ou os adjectivos que me foram indicados por um SINGULAR amigo.
Não é minha intenção escrever uma FÁBULA nem histórias para crianças nem nada que seja ESCAGANIFOBÉTICO mas, sim algo que me faça RENASCER a vontade de criar um texto sem me obrigar a andar num SALSIFRÉ doido a consultar dicionários e gramáticas.
Vou tentar escrever qualquer coisa cujo enredo seja claro, LIMPIDO e sem grandes enredos mas que todos fiquem suspensos da sua leitura.
Assim vou começar:

Era uma vez…….
este foi mais um texto para o 10ºjogo das 12 palavras.
Poderão ler mais participações aqui e, creio que não se vão arrepender.

4 comentários:

O Profeta disse...

A terra adormece no nevoeiro
Tenho a pressa do vento
Um coração errante procura
A doçura de terno momento

Frágil e palpitante luz
A beleza voa com a manhã
O mar solta na terra ternos murmúrios
Perde-se na espuma toda a palavra vã


Dança comigo ao som da Lira


Boa semana


Mágico beijo

Fa menor disse...

Ora muito bem!
Diferente... sentido!

Ainda não tinha tido oportunidade de ler todos os textos no Eremitério. Gostei de ler aqui.

Beijinhos

Vieira Calado disse...

Era uma vez...

assim se começa.

Que venha o resto!

Um beijinho delicado.

Fa menor disse...

Hoje convido-te a visitar este início de voo:
http://escritariscada.blogspot.com

Beijinhos