segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Nuvens

Incendeiam-se. Correm. Cavalgam sobre montros já formados ou ajoelham aos pés de anjos imaginados.





Escurecem o céu tornando o dia em noite sem luz, são negras, medonhas.



Transparentes, douradas ou prateadas, cheias de água ou de cor são esguias e elegantes, caprichosas no deslizar.
São as nuvens passeando sobre o Jardim


Fotos e texto de Benó

3 comentários:

Tété disse...

Podemos compará-las aos nossos pensamentos. Umas vezes mais dourados, outras, muito negros.
É preciso é que em qualquer circunstancia exista um ventinho que ajude a dissipar o que for menos bom.
Beijo e abraço

Bárbara disse...

Adorei conhecer este blog...

Sonhadora disse...

Minha querida

Passando para agradecer a visita e as palavras de carinho, gostei daqui e vou voltar.

Um beijinho
Sonhadora