sábado, 23 de fevereiro de 2013

Escadas





Escadas que se sobem.
Escadas que se descem.
Degrau a degrau, sem canseira nem cansaço,
passo a passo vais subindo a escada da vida.
Já paraste nalguns patamares na subida.
Meditaste. Sonhaste.
Olhaste em teu redor e às vezes desceste.
Prosseguiste, subindo, parando e olhando, corrigindo o caminhar ora mais rápido ora mais devagar.
Nesta longa subida que é a vida, no grande e último patamar, quando o relógio te impedir de prosseguir, poderás, então, descansar.
Os teus sonhos serão asas e voarás.
Haverá mais uma estrela no céu.

3 comentários:

Fa menor disse...

De facto, a vida é uma escada que se sobe e desce, por vezes também rolante que nos atira ao chão se nos apanha desprevenidos...

beijinhos

manuela baptista disse...

ou um pássaro!

beijinhos, Benó

vieira calado disse...

Só para lhe dizer que Sagres é um local previligiado para ver o cometa que estará no céu logo do pôr do sol.
Não é grande coisa.
No fim de este ano haverá um outro bem mais impressivo.
Beijinho para si!