domingo, 10 de outubro de 2010

Choveu aqui

As nuvens carregadas de água foram espremidas como se se tratassem de uma esponja encharcada.

Por alguns minutos, o Jardim ficou debaixo duma chuva grossa que caía direita e pesadamente sobre as rosas e que tornou o relvado num espaço alagado onde o escoamento colocado, bem ao centro, se mostrou insuficiente.

Depois, o sol brilhou e a água desapareceu.
Numa despedida breve ficaram as goteiras a chorar as últimas lágrimas .

3 comentários:

Luma Rosa disse...

E o cheirinho que fica da chuva na terra? :)

Boa semana! Beijus,

Vieira Calado disse...

Pois, eu sei.

Em Sagres não chove muito...

Beijinho parta si.

Multiolhares disse...

hoje esta um vento frio mas o sol brilha, ficamos bem mais animadas
Bj