quinta-feira, 4 de março de 2010

Renovação


É tempo de renovação, também, aqui no Jardim.

As roseiras, depois de podadas e de bem estrumadas, (O Pardal foi importante nesta acção) ei-las fortes e cheias de pujança para se desenvolverem e para daqui a uns dois meses, no máximo, estarem cobertas de rosas.
O vento, entretanto, encarregou-se de deixar as árvores e os arbustos limpos de folhas secas e inúteis. Elas serão, depois de decompostas com outros organismos, mais um elemento que irá alimentar a terra.


Os narcisos já perderam a cabeça mas, as suas folhas longas continuam a dançar ao sabor das brisas ou das ventanias que, neste inverno, não nos têm deixado em descanso por longos períodos.

Aos poucos, vai-se compondo neste verde que lhe serve de fundo, uma orquestra de pássaros e insectos que, nas manhãs da primavera que já se adivinha, irá executar lindas melodias amorosas. Os melros, habitantes do ano inteiro, já começaram a musicar o meu pequeno almoço com os seus trinados.

3 comentários:

A.Tapadinhas disse...

A Primavera já se adivinha? Minha amiga, isso é que é optimismo!

Olho pela janela e só há chuva e vento...

...e lá fora, muito frio!

Beijo,
António

Eduardo disse...

Linda renovação nesse teu Jardim

É sinal de que a Primavera está a chegar com o seu perfume, o seu encanto e o seu calor

Tudo de bom para as flores renovadas do seu jardim

Rafael Castellar das Neves disse...

E por aqui estams nos aninhando para o frio...as tardes estão calmas e frias...