sábado, 9 de janeiro de 2010

Uma Visita


O Sol, hoje, visitou-me.

Chegou cedo, pela manhã que ainda se encontrava com um olho aberto outro fechado, envolta na neblina húmida que lhe servia de manto.

Abraçou-me e afagou-me os cabelos pondo neles reflexos de prata.

Rápidamente, o calor dos seus carinhos foi aquecendo e a manhã, ràpidamente se despiu e envergou um traje mais apropriado à ocasião. Sim, porque esta visita do Sol, merecia ser comemorada.

Queria sentir algumas horas do seu calor e agarrando-o, fortemente, fomos juntos pela manhã, percorrer os caminhos das nossas recordações. Há tanto tempo que ele não aparecia e, sinceramente, já tinha saudades da sua presença.

Sentei-me numa pedra cheia de velhas histórias e deixei que brincasse com as minhas mãos e as aquecesse.

Dentro em pouco, irá mergulhar no mar.

Não sei quando voltarei a vê-lo.


4 comentários:

F Nando disse...

O sol é sempre a luz que nos aquece...
Bjs

Multiolhares disse...

O sol ilumina a nossa vida, e as recordações fazem parte dela
beijinhos

manuela baptista disse...

Benó

e logo hoje

que a vim visitar, fala-me do sol!

Anda tão arredado de nós, com medo desta chuvinha chatinha e persitente...

Viva então o SOL!!

Beijinhos

Manuela

bettips disse...

Pura poesia, correr para agarrar o sol por aí!