sábado, 7 de março de 2009

As frésias

A Primavera está a chegar, pelo menos assim diz o Borda d'Água e, realmente, a mãe natureza está a oferecer-nos um lindo concerto, de vários instrumentos, com entradas em diversos tempos mas, como não podia deixar de ser, com um final apoteótico para saudar a primeira estação do ano.

Esta sinfonia de cores e sons enche os espaços verdes que me circundam e todos os meus sentidos vibram com estes acordes.



Hoje olhei mais demoradamente, as frésias que são, de entre todas as bolbosas, aquelas que menos precisam de cuidados do jardineiro.



Elas despertaram por todo o lado, entre cactos e piteiras, num eclodir de aromas e coloridos que deixam o jardim pintalgado de diversos tons como uma paleta de pintor .












6 comentários:

mariam disse...

Benó,
Adorável! este e os posts infra.

e, também tenho frésias :)

Tenha um dia (que 'dizem' ser da Mulher!) muito Feliz! seguido de muitos outros não menos fantásticos!

deixo um abraço, o sorriso de sempre e saudades!
mariam

Fa menor disse...

Beleza de jardim florido :)

Hoje, um beijo para as grandes MULHERES... que lutam, com garra, por justiça! Um beijo enorme para as que sofrem os males da sociedade!

Beijo para ti!

Vieira Calado disse...

Um beijinho para si

neste dia da Mulher.

FERNANDA & POEMAS disse...

QUERIDA BENÓ, MARAVILHOSA POSTAGEM, LINDAS FLORES AMIGA... UM GRANDE ABRAÇO DE CARINHO , FERNANDINHA

Mocho Falante disse...

ora viva

as minhas frésias começaram hoje a dar os ares da sua graça, as túlipas essas já começam a mostrar as suas cores...é a primavera a ser anunciada

beijocas

O Profeta disse...

Para lá desta janela sincera
Mora a luz radiosa, inconstante
Esta Lira liberta uma breve melodia
Que a brisa carrega adiante

Passos amedrontados
Olhos abertos sem vida, sem fervor
Sons mais que mil e muitos
Máscara da ironia de Deus superior

Bom fim de semana


Mágico beijo